Michel Foucault e a Psicanálise

Michel Foucault e a Psicanálise

Baseado em 12 avaliações
  • 190 Alunos matriculados
  • 01 Hora de duração
  • 8 Aulas
  • 1 Módulos
Acesso Gratuito
Acessar Dê um passo adiante em sua carreira!
"Que curso bom! Me ajudou a entender Foucault. Parabéns para o professor, super didático! "
Caroline
mais avaliações

Michel Foucault e a Psicanálise

Este curso visa costurar relações transversais entre o pensamento do filósofo francês Michel Foucault e a psicanálise estrutural (freudo-lacaniana). Ao eleger como problema a questão do sujeito, ou melhor, os modos pelos quais nos tornamos sujeitos de ação, de intelecção e de sensação imersos na cultura contemporânea, Foucault se aproximou do cerne do debate psicanalítico: os processos de subjetivação, dessubjetivação e retificação  subjetiva. O chamado último Foucault – aquele da genealogia da ética – descreveu um modo de vida que se faz analisável, uma vida que se autoproduz a partir das noções de hermenêutica do sujeito e cuidado de si. 

É importante lembrar que Foucault não foi psicanalista. Não subtraímos de seu pensamento reflexões específicas sobre as neuroses e a clínica psicanalítica. Aliás, é possível listar críticas ferozes de Foucault para com o dispositivo psicanalítico. Por outro lado, em seu devir filosófico Foucault se encontrou com questionamentos comuns à psicanálise: a produção do sujeito, as subjetivações, a docilização do corpo e da vida, o surgimento de um poder de norma que se mistura com o saber médico / psiquiátrico, dentre outras questões. Se há divergências, há também muitas convergências, possibilitando um encontro potente entre Foucault e a psicanálise. 

Atento à dinâmica do contemporâneo, o curso oferece aulas rápidas e intensivas sem a pretensão de esgotar os temas. Cada aula trata de um tema específico:

Na primeira aula, introduzimos a problemática do curso: como e por onde costurar Foucault com a psicanálise, sem anular as especificidades de cada saber? 

Na segunda aula, discutimos a questão da hermenêutica do sujeito. O que é a clínica psicanalítica senão um exercício de interpretação do sujeito para consigo mesmo? 

Na terceira aula, apresentamos a proposta ética do cuidado de si que possibilita uma estilização da existência (a capacidade de fazer da vida uma obra de arte). Trata-se de uma conceituação tardia de Foucault, momento em que o filósofo francês reinterpreta o imperativo socrático do “conheça-te a ti mesmo”. 

Na quarta aula, questionamos como as relações de poder perpassam o setting psicanalítico, lembrando que, para Foucault, toda relação humana é uma relação de poder. 

Na quinta e na sexta aulas, trabalhamos com um tema comum: o surgimento do biopoder, um poder sobre a vida, um poder de “fazer viver ou deixar morrer” – essa  modalidade normativa de poder que se mistura com as áreas “psi”. É a psicanálise uma biopolítica? Tem a psicanálise a força necessária para criar uma biopolítica da resistência? 

Na sétima aula, comentamos o prefácio que Foucault escreveu para a versão estadunidense do livro O Anti-Édipo, de Gilles Deleuze e Félix Guattari.  

Por fim, há um esforço final para rememorar o percurso delineado (oitava aula). 

Alan dos Santos é professor de Filosofia e Políticas Públicas e pesquisador de Filosofia Francesa Contemporânea (pós-estruturalismo). É licenciado em Filosofia, especialista em Sociologia Política, mestre em Ética e Filosofia Política e doutor em Educação, Arte e História da Cultura. Analista praticante, participa do Seminário Permanente de Psicanálise da Escola de Psicanálise Estrutural – EPE.

4 anos Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 4 anos após a matrícula.

O curso é para todo e qualquer interessado em conhecer a Psicanálise!  

Alan dos Santos
"Professor e psicanalista. Doutor em Educação, Arte e História da Cultura. Mestre em Filosofia. WhatsApp (013)9 9130-1770 "


Alan dos Santos é professor de Filosofia e Políticas Públicas e pesquisador de Filosofia Francesa Contemporânea (pós-estruturalismo). É licenciado em Filosofia, especialista em Sociologia Política, mestre em Ética e Filosofia Política e doutor em Educação, Arte e História da Cultura. Analista praticante, participa do Seminário Permanente de Psicanálise da Escola de Psicanálise Estrutural – EPE.


Conteúdo Programático

  • 1. 1 - Apresentação do Curso
  • 2. 2 - Hermenêutica do Sujeito
  • 3. 3 - Cuidado de Si
  • 4. 4 - Psicanálise e Relações de Poder
  • 5. 5 - Do Poder Soberano ao Biopoder - Poder de Normatizar a Existência
  • 6. 6 - Fazer Viver e Deixar Morrer
  • 7. 7 - Foucault e o Anti-Edipo
  • 8. 8 - Considerações Finais do Curso
Voltar ao topo